Vôos parabólicos!

24/10/2011

 
Os voos parabólicos são praticamente o único meio em Terra capaz de reproduzir o efeito da gravidade zero, com tripulantes humanos a bordo. Durante um destes voos, o Airbus ‘Zero-g’ efectua primeiro uma subida vertiginosa de 7600m, o que gera uma aceleração de 1.8g (ou seja, 1.8 vezes a aceleração da gravidade no solo) durante 20 segundos. 
O piloto reduz então o impulso do motor praticamente a zero, fazendo com que o avião descreva uma parábola. 
O avião continua a subir até atingir o ponto de inflexão da parábola, a 8500 metros, e logo depois começa a descer. 
A descida demora cerca de 20 segundos, durante os quais os passageiros flutuam, devido à ausência de peso criada pela queda-livre do avião. 
Quando o ângulo com a horizontal atinge os 45°, o piloto acelera de novo e o avião retoma o voo horizontal estável. 
Estas manobras são repetidas 30 vezes por voo.
Picture

.Agora que a Europa e os seus parceiros internacionais estão a construir a Estação Espacial Internacional, onde se fará investigação nos próximos 15 anos, os voos parabólicos são cruciais na preparação de experiências, equipamento e astronautas e permitem que as experiências dos cientistas sejam testadas antes de seguirem numa missão espacial.

(mais informações em http://www.esa.int/esaCP/ESAHEUZ84UC_Portugal_0.html)


Comments are closed.