De acordo com o diretor do Observatório Astronómico de Lisboa, Dr. Rui Jorge Agostinho, o asteróide chamado 2005 YU55, que «é um asteróide que periodicamente [a cada cinco anos] passa próximo do nosso planeta», vai passar entre a Terra e a Lua às 23:28 de terça-feira sem representar qualquer perigo para os habitantes do nosso planeta. Mas não vai poder ser visto a olho nu, só com recurso a um telescópio ótico terrestre.

O asteróide 2005 YU55 mede 400 metros de diâmetro e foi descoberto em 2005, vai passar no ponto mais próximo da Terra, a apenas 325.000 Kms de distância, enquanto que a Lua está a 384.000 Kms. Só voltará a passar próximo da Terra em 2028.

Este asteróide, tal como outros que existem no sistema solar, e sempre fez passagens próximas do planeta Terra. «Nós é que nunca os vimos. Nunca os vimos porque só a partir dos anos 1980 é que foram lançados programas de observação para detectar a presença destes corpos pequenos, que se sabia que existiam dentro do sistema solar».


noticia adaptada de http://www.tvi24.iol.pt/tecnologia/asteroide-ciencia-terra-tvi24/1296394-4069.html e http://aeiou.exameinformatica.pt/asteroide-gigantesco-vai-passar-muito-perto-da-terra=f1009210

___________________________________________________________________

 
 
Cientistas do Observatório de Genebra e da ESO (Observatório Europeu do Sul, no Chile), anunciaram em abril de 2009, a descoberta de um planeta cuja massa é apenas o dobro da da Terra, o que fez dele o mais pequeno exoplaneta ou planeta extrassolar (planeta fora do nosso sistema solar) entre os 350 identificados até hoje, todos insatisfatórios, com ambientes inadequados para o surgimento e a reprodução da vida como a conhecemos. A maioria deles são imensas esferas de gases venenosos submetidas a forças gravitacionais colossais..

Apelidado de GLIESE 581C ou "Super Terra", foi descoberto no sistema planetário da estrela anã vermelha Gliese 581, situada na constelação de Libra, acerca de 180 triliões de Km do nosso planeta. Os astrónomos acreditam que o Gliese 581C orbita numa zona habitável, o que significa que pode conter água no estado líquido e temperaturas superficiais médias amenas. Aliás, os astrónomos crêem mesmo que o GL-581 C pode estar coberto por um vasto oceano.

Vê de seguida a reportagem da EuroNews Portuguesa que aqui te disponibilizamos sobre a importância, para a humanidade, da exploração de planetas extra-solares na busca de vida extraterrestre e de novos "berços" propícios à Vida.


 
 
Vídeo que num minuto explica a constituição da galáxia onde se localiza o sistema solar!


 
 
Picture
A seguir disponibilizamos-te um livro digital, aliás uma BD (criada em 2005) sobre os astros do sistema solar, que podes ouvir e ler em simultâneo!
Toma em atenção que Plutão, ao contrário do que as personagens da BD dizem, já não é um planeta principal do sistema solar! Foi desclassificado para a categoria de planeta anão desde Agosto de 2006!
Boa aprendizagem!
 
Para acederes à BD:
  • (1) clica na imagem
  • (2) depois na página Google Doc's que abrir, deves clicar em "transferir" o ficheiro swf para o teu computador
  • (3) com o ficheiro já no teu computador, dá um duplo clique sobre o mesmo para o abrires. Irá aparecer uma caixa na qual deves escolher "seleccionar um programa" e de seguida dás um duplo clique no ícone "internet explorer" que irá surgir nessa mesma caixa, abrindo assim o livro digital!
  • (4) não te esqueças de ligar o som do teu computador, para ouvires a história!